quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Levantamento de avifauna na RPPN Encantos da Juréia

Nos dias 2 a 4 de novembro de 2012, uma equipe do CEO, composta por Adilson Amaral, Claudia Oliveira e Luiz Fernando, visitaram a RPPN Encantos da Juréia, em Pedro de Toledo, dando prosseguimento ao trabalho de colaboração com as RPPNs com a atividade de levantamento da avifauna.

Um levantamento de avifauna prévio já havia sido feito ali por outros, sendo que com nossa visita acrescentamos 7 novas espécies à lista. A lista de aves observadas está disponível no site do CEO, na seção Avifauna no Estado de São Paulo.

A RPPN se situa em um vale entre duas montanhas e é composta em sua maior parte por mata secundária, em boa parte já em avançado estágio de recuperação. Na parte baixa da reserva há um espaço desmatado, com vegetação baixa e em alguns pontos brejosa, sendo percorrida por um ribeirão. Desta forma, a unidade tem ambientes propícios tanto para aves do interior da mata, como de sua borda e de espaços abertos. Para percorrer a mata nos utilizamos de uma trilha já antiga, que havia sido aberta por palmiteiros, e que tem a desvantagem de ser bastante íngreme, já que sobe o morro em linha reta. Tivemos notícia de que uma nova trilha será aberta, planejada por técnico especializado, que terá como finalidade os trabalhos de pesquisa, educação ambiental e outros. Mas todos passamos no teste ergométrico! E, claro, de vez em quando fizemos uma pausa para um descanso.

Equipe e companheiros fazendo um descanso
na subida da trilha. Foto: Frederico
Por essa trilha visitamos a parte alta da RPPN, onde subimos em um morro de onde tivemos uma bela visão da cidade de Pedro de Toledo. Tivemos notícia de que por ali andava provavelmente uma onça pintada, pois tinha atacado um boi em uma propriedade vizinha.

Vista de Pedro de Toledo, tendo em primeiro plano
a mata da parte alta da RPPN. Foto: Luiz Fernando
.
Em nosso trabalho contamos com a companhia do Victor, biólogo especializado em botânica e gestor da RPPN, do Frederico, ornitólogo de Belo Horizonte, que estava passando uns dias na reserva para observação de aves, do Lucas, jovem morador de uma fazenda vizinha, que mostrou-se bastante interessado pelo nosso trabalho de observação e catalogação das aves e da também jovem cadela Mel, que nos acompanhou comportadamente em alguns trechos da reserva e foi responsável por nos denunciar num ponto da mata a presença de uma tovaca!

Equipe & companhia: Frederico, Adilson, Claudia,
Mel, Victor, Lucas e Luiz Fernando. Foto: Frederico
Aproveitamos para visitar uma área bastante interessante, no alto das montanhas, no município vizinho de Itariri, onde existe uma povoação indígena. Ali pudemos contemplar um belo rio, com seu leito todo ocupado por matacões.


Matacões no leito do rio. Foto: Luiz Fernando
Por fim aproveitamos para visitar a estrada do Espraiado, que sai de Pedro de Toledo e segue paralela à rodovia Régis Bittencourt, indo terminar na estrada que liga a Régis com a cidade de Iguape. Essa estrada segue margeando ao norte a Estação Ecológica da Juréia, e dela pode-se contemplar bem a serra de Itatins. É um lugar muito promissor para a observação de aves, pois percorre áreas bastante preservadas e da própria estrada é possível fazer boas observações da avifauna local. Programamos de retornar a Pedro de Toledo com o objetivo primordial de percorrermos com mais tempo essa estrada.

Texto: Luiz Fernando de A. Figueiredo

Um comentário:

  1. Sem querer fazer trocadilhos, mas uma só observação: Encantador! :)

    Parabéns a todos os envolvidos!

    Abraços de Lontras!

    ResponderExcluir